Arquivo da tag: desenho de observação

Ficamos putássos, ás vezes.

Não há nada mais sério, que as poucas coisas que a gente leva a sério na vida.

Uma delas são nossos relacionamentos.

Uma imbecil citou minha ex-namorada, agora a pouco, fora de contexto, numa festinha, só para me magoar. E magoou.

Eu me retirei da festinha, bêbado, e fui pra casa. Aqui estou a escrever. Fui atrás de fotos dela (da ex) na internet, e achei uma foto na qual ela encara a câmera, como se estivesse me olhando nos olhos. Só quem já amou alguém sabe do que eu falo. É como se me olhasse, mas não olha. É irritante, é ilusório, é genuinamente babaca sentir raiva. Ela não está aqui, me olhando (tendo em vista que eu estou bêbado, o natural seria eu ter ligado pra ela e ter falado merda), mas mesmo assim me incomoda demais. Aí eu decidi encarar a foto, pra ver se eu quebrava o encanto.

Quanto mais eu encarava, mais eu me irritava e, mesmo sabendo que era só uma foto, não conseguia dissuadir a ideia de que, em algum lugar, ela estivesse fazendo mal pra mim.

O que é que se espera de um ex amor?

Que ela resolva o vazio que sua falta deixou?

Será que é justo exigir isso dela?

O que fazer com a “imbecil”?

Se amar fosse fácil, não haveria poesia.

Foda-se a imbecil.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Caderninhos, Sem Categoria Mesmo

In Rainbows

 

Toda geração tem o gênio musical que merece.

8 Comentários

Arquivado em Caderninhos

Baden Powell

 

 

Um dos maiores músicos que o brasil teve a honra conhecer.

 

 

4 Comentários

Arquivado em Caderninhos

O que pouca gente faria…

Faz acreditar a quem não acredita  por pouco saber ou pouca imaginação, porque ele tem muito dos dois.

E o faz sem ter pouco respeito ou cuidado, porque tem ambos como exercício diário, senão sua profissão.

É generoso, portanto, sem faltar ser jocoso, exalando na sua atmosfera de intimidade um “sabe-se-lá-o-quê” de doloso, misturado com uma integridade inabalável.

Ainda sim chora, se permite e se deixa permear.

E é sempre assim, o que pouca gente faria, Paulo Faria e faz.

pauloteamoprontofalei.

7 Comentários

Arquivado em Caderninhos