Arquivo da tag: stand up comedy

Max Eisenhardt

Exemplo simbólico para falar de namoro. O Magneto.

X-Men: First Class.

Filme legal. Rolam umas derrapadas, mas filme feito depressa é assim mesmo.

Pra um filme dos X-Men, depois da ultima porcaria que saiu, tá bom.

Leve sua namorada, é diversão na certa.

Eu me dirijo muito aos caras com namoradas, dando dicas de filmes ou algo que o valha, porque é exatamente isso que eles devem fazer, serem bons namorados, felizes.

Felizes?

É claro que sim. A palavra, ou o conceito, te incomoda?

Quer ficar sozinho? Então…(Acabo de receber uma ligação. Minha namorada me ligou pra dizer que estava brava por ter dirigido quilômetros à toa. Eu ri. “Reléx”eu disse. Ela riu também (not), mas está mais tranquila do que aquela outra mina, cujo namorado (ou marido, depois de um tempo só muda pra justiça) não  dera a devida atenção. Eis o exemplo)

Continuando.

Quer ficar sozinho? Então a premissa é mais ou menos essa.

 

 

 

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Quadrinhos, Sem Categoria Mesmo

Rafinha quem?

Rafinha Bastos, do CQC. A foto acima foi copiada de outro blog. Confiram.

Homenagem à nova geração do humor brasileiro.

35 anos, judeu, nascido em Porto Alegre.

35 anos, judeu, nascido em Porto Alegre.

Será que ele não percebe a incongruência (ou será congruência?) de fazer piada justo com essa música? Justo ele?

E é piada velha. Deve reproduzi-la até hoje.

Que prazer deve sentir, o comediante, quando tem licença poética para falar “aí a nêga pensa” ou “esse negão é viado”.

Será que mencionar “bonequinha de vodu” é exagero?

Quem sabe…

Se esse é o tipo de humor do qual devo dar risada,

rio-me do humorista, não de suas piadas.

Fernando de Ouro Preto, faço minha tuas palavras.

5 Comentários

Arquivado em Sem Categoria Mesmo